Osesp encerrará programação do Tocando Santos pelo sétimo ano consecutivo

A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) encerrará pelo sétimo ano consecutivo o Projeto Tocando Santos na Praia do Gonzaga no próximo dia 15 de dezembro, as 19:30 hs. O anúncio foi feito nesta manhã no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de Santos e contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Metropolitano, Edmur Mesquita, do prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, do diretor-artístico da Osesp, Arthur Nestrovski, do maestro Roberto Farias (um dos homenageados), da diretora administrativa da AGEM, Marinilza Monteiro, além de outras autoridades.


O tradicional concerto ao ar livre promete levar ao público um repertório vibrante, com obras de Beethoven e Stravinsky, sob a batuta da regente titular Marin Alsop. “Será um oconcerto inesquecível, com uma maravilhosa vista do mar e a apresentação da Quinta Sinfonia de Beethoven e a Sagração da Primavera de Stravinski que tenho certeza vai emocionar a todos”, disse Nestrovski.


Em seu 19º ano, o projeto Tocando Santos traz ao público da Baixada Santista as melhores orquestras de São Paulo e da região, em concertos a preços populares no Teatro do SESC. A iniciativa é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, da Secretaria de Cultura, da Secretaria do Desenvolvimento Metropolitano e da AGEM, em parceria com o SESC e com a TV Tribuna. Neste ano, além do maestro Roberto Farias, também são homenageados o maestro Juan Serrano (in memorian) e a pianista Yone Mesquita (in memorian).


Edmur Mesquita, que foi o idealizador do projeto, lembra como surgiu a ideia de levar a Osesp para as areias de Santos. “Antes a Osesp se apresentava no Teatro do Sesc, mas a qualidade da orquestra é tão espetacular que levava muita gente ao espaço e ficou pequeno, então tive a ideia de levar para a praia, um local onde toda a população de Santos, região e também turistas de várias parte do estado pudessem apreciar essa maravilha. Hoje se tornou tradição a apresentação no mês de dezembro. E isso é maravilhoso porque música faz bem a alma e ao coração”, contou.


O programa abre com a Quinta Sinfonia de Beethoven, uma das mais conhecidas do compositor alemão e uma das peças mais executadas no repertório erudito. Em seguida, a Osesp interpreta A Sagração da Primavera, obra-prima de Stravinsky, que completa 100 anos em 2013 e teve papel fundamental na história da música. Nas palavras de Marin Alsop: “Sagração é a história definitiva da vida e da morte; da criação e da evolução; um instantâneo do nascimento de nosso mundo. Transbordante, palpitante, pulsante, é uma peça que se coloca antes e além do seu tempo”.

A apresentação tem entrada franca e integra o projeto Osesp Itinerante, que leva concertos sinfônicos e de câmara gratuitos pela capital e interior paulista, com o objetivo de ampliar as plateias de música clássica. O prefeito Paulo Alexandre Barbosa parabenizou o secretário Edmur Mesquita pela iniciativa. “Quero dar os parabéns ao secretário Edmur por ser o idealizador e responsável por este grande projeto que já está incorporado ao calendário de eventos do município e em um local democrático, onde todos podem ter o privilégio de ouvir essa orquestra maravilhosa, que é a praia”.



Fonte: AGEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário